Encontrando talentos pelo Google: aprenda a fazer buscas booleanas

Quando a maioria de nós abre o Google, digitamos uma frase relevante para nossa pesquisa e pressionamos Enter – e não há nada de errado com isso (na maioria das vezes). Mas não para os recrutadores que querem encontrar candidatos bons e com conhecimentos muito específicos.

As pesquisas que fazemos no Google e no LinkedIn oferecem muito mais precisão, nuance e poder se você souber usar operadores booleanos. Neste artigo daremos exemplos desse tipo de busca mais focados no Google, mas não se esqueça que eles também se aplicam ao LinkedIn!

O que é busca booleana?

A busca booleana é um processo de pesquisa estruturado que permite ao usuário inserir palavras ou frases como AND (“e”), OR (“ou”), NOT (“não”) para limitar, ampliar e definir os resultados da pesquisa. A busca booleana permite a combinação de cinco elementos diferentes para realizar uma pesquisa e utiliza um mecanismo de pesquisa em todo o seu potencial.

Ao usar a busca booleana, os empregadores e as empresas de RH podem restringir o grupo de candidatos que estão procurando e encontrar resultados estritamente relacionados com os requisitos de uma vaga.

Operadores básicos da busca booleana

Operador ‘AND’

Quando você deseja incluir dois (ou mais) critérios em sua pesquisa, o operador AND restringe sua pesquisa. Por exemplo, uma string (frase) de pesquisa booleana para recrutamento de desenvolvedores do Android deve incluir “desenvolvedor AND android”. Isso produzirá resultados que incluam as duas palavras-chave.

Operador ‘OR’

O usuário utiliza OR quando deseja procurar por algo que tenha a possibilidade de incluir um ou outro conjunto de termos de pesquisa. Todas as possibilidades de combinação vindas dos dois conjuntos serão incluídas nos resultados da busca.

Operador ‘NOT’

Quando um usuário não deseja que um termo de pesquisa específico apareça nos resultados, ele escreve NOT depois do termo de pesquisa preferido. Isso impedirá que os termos especificados em NOT sejam exibidos.

Operador ” ” (aspas)

Quando os usuários querem procurar uma frase exata, eles usam aspas em torno dos termos dessa frase. A busca do Google apresentará os resultados que mencionem exatamente os termos entre aspas.

Operador ( )

Colocar parênteses permite a separação organizada dos diferentes termos da pesquisa e atribui uma “preferência” na exibição dos resultados dos termos especificados dentro dos parênteses.

Como aplicar isso na busca de candidatos?

O uso da pesquisa booleana no Google para recrutadores melhorará seus resultados de pesquisa e, eventualmente, dará mais eficiência na busca pelos seus candidatos em potencial. O uso eficaz dos operadores que apresentamos antes pode ser um pouco complicado a princípio, se você não estiver familiarizado com a lógica booleana.

Preparamos aqui mais algumas dicas para aplicar esse tipo de busca na sua rotina de pesquisa para recrutamento:

Limite os sites exibidos

Uma pesquisa com o operador site: também é conhecida como “raio-x do site”. Você pode pesquisar candidatos dentro de um site específico com o conjunto de habilidades desejado ou qualquer detalhe adicional que seja relevante para você.

O segredo aqui é procurar no lugar certo. O LinkedIn é útil para pesquisar todos os tipos de profissionais, mas, para pesquisas mais segmentadas, você deve utilizar sites mais nichados. Por exemplo: se você estiver no Google procurando um profissional de TI, pode ser interessante usar site:github.com.

‘AND’ e ‘OR’

Ao pesquisar, você precisa pensar do ponto de vista de seu candidato ideal. Digamos que você queira contratar um desenvolvedor de software. Se você procurar apenas por “desenvolvedor web”, provavelmente perderá muitos bons perfis que usam um título diferente, como “desenvolvedor de software” ou “programador web”. Você pode combinar os comandos AND e OR para pesquisar vários termos derivados do cargo, como no exemplo a seguir:

Asterisco

A função de asterisco é geralmente usada para ampliar os termos da sua pesquisa. Por exemplo, se você quisesse pesquisar qualquer coisa relacionada ao Admin, use admin* e a pesquisa retornará resultados como; administrador, administração, administrar, administrado. Ao inserir o radical da palavra com um asterisco depois, você está dizendo à pesquisa para incluir todas as palavras relacionadas a esse radical.

‘intitle:’

A maioria das pessoas nomeia seus arquivos de currículo usando a palavra “currículo”. Portanto, se você quiser pesquisar no Google por currículos de candidatos, é melhor procurar páginas que incluam essa palavra em seu título ou URL.

‘filetype:’

O Google oferece a você a chance de pesquisar arquivos na Web, o que é útil se você quiser ter acesso a currículos ou portfólios online. Exemplo:

Conclusão

Agora que você se familiarizou com os princípios básicos da lógica booleana, é melhor experimentar e ver o que funciona para suas necessidades de recrutamento.

Você pode tentar combinar frases e termos específicos para refinar sua pesquisa e obter resultados mais precisos na procura de candidatos, tanto no Google quanto no LinkedIn.

Deixe uma resposta